Food service: conheça as tendências desse mercado (2023)

O mercado de food service é responsável por movimentar uma parcela importante da economia nacional. Segundo a Assossiação Brasileira da Indústria de Alimentos (ABIA), a indústria de alimentos e bebidas é a maior do país, representando 10,6% do PIB Brasileiro. De 2009 a 2019 o setor de alimentação fora do lar cresceu 184%, apresentando um crescimento superior ao varejo.

Estar por dentro das tendências de food service é necessário para manter-se forte no mercado e conseguir aproveitar as oportunidades. Isso porque o crescimento do mercado exige constantes inovações, novas tecnologias, novos modelos de negócio e até novos insumos. Empresas do ramo que conseguem acompanhar essas mudanças saem na frente da concorrência.

Entenda mais sobre o mercado de food service e conheça as principais tendências do setor!

O que é food service?

Food service é todo negócio de alimentação produzida fora do lar. Esse mercado abrange, por exemplo, comidas saudáveis e veganas, fast foods, hamburguerias e bares. Ou seja, todo serviço de alimentação que atende diretamente o consumidor final é considerado um tipo de food service.

Restaurantes digitais e tradicionais, dark kitchens, entrega de bebidas, serviço de catering (palavra inglesa para refeições coletivas) — tudo isso é food service.

As boas práticas dentro do segmento são necessárias a negócios de todos os tamanhos, e os estabelecimentos que trabalham com o delivery precisam se atentar mais ainda às atualizações do setor.

Nesse sentido, utilizar as novas ferramentas tecnológicas do setor e manter as boas práticas em food service é primordial para todos que atuam no mercado alimentício.

Qual a importância para o delivery?

Soluções como o cardápio digital e o serviço de entregas foram uma boa alternativa em relação às quedas no consumo em restaurantes nos últimos anos.

Com a demanda maior, o delivery de comida fortaleceu o ramo alimentício, possibilitando a abertura de novos restaurantes e pontos de entrega, e a contratação de mão de obra de chefes de cozinha, auxiliares e pessoas entregadoras, por exemplo.

As tendências para o mercado gastronômico indicam que o delivery para food service é uma parte muito importante do negócio. Franquias, grandes restaurantes e também os pequenos negócios estão construindo sua reputação online e desenvolvendo uma melhor relação com as pessoas que realizam entregas.

Além disso, a inserção de tecnologias que ajudam na automatização de atendimento e na logística, por exemplo, são aspectos para o segmento que já possibilitam a o planejamento e expansão de vários tipos de food service.

Quais as principais tendências?

As principais tendências de mercado para o food service incluem ferramentas tecnológicas e processos internos de melhoria. Servem tanto para quem está começando quanto para quem já tem restaurante há algum tempo e precisa melhorar pontos críticos na gestão.

Automatização do atendimento

A automatização de atendimento confere muito mais autonomia para o cliente. Além de evitar o contato com os atendentes, ele tem a liberdade de demorar o tempo que for necessário para encontrar o que deseja comer, sem qualquer desconforto ou sensação de sentir-se pressionado a realizar seu pedido sem analisar as opções.

O restaurante poupa tempo e recebe mais pedidos, pois diversifica seus canais de venda. Além disso, obtém dados valiosos sobre seu público-alvo, como:

  • faixa etária;
  • preferências;
  • períodos mais propensos para pratos específicos;
  • frequência de pedidos.

A automatização funciona até como uma alternativa para os restaurantes tradicionais que têm espaço físico para recepção dos clientes. Usar recursos como o cardápio digital, com a opção de retirar o pedido na loja ou receber delivery, facilita que seu estabelecimento seja encontrado na internet e funciona bem para facilitar a rotina e melhorar a produtividade.

Gastronomia sustentável

Hoje, com o acesso à informação que muitas pessoas podem ter, a conscientização faz cada vez mais parte da rotina e das práticas de consumo. O termo que exemplifica como esse movimento de mercado chegou com toda força no setor alimentar é a gastronomia sustentável.

Diferentemente do que muitos podem pensar, não se trata de apenas optar por vegetais e legumes. O ideal é que sejam orgânicos, sem uso de agrotóxicos, com produtores comprometidos com a produção, inclusive, com o bem-estar animal na criação e no abate, entre muitas outras práticas que valorizam os produtos e meio ambiente.

O desperdício também é levado em consideração, e há uma preocupação com o impacto que o consumo do alimento pode causar. Por isso, utilizar embalagens biodegradáveis ou retornáveis faz parte de uma boa prática de gastronomia sustentável para food services.

Canais de vendas diversificados

Ser encontrado com facilidade na internet é vital para o food service. Basta procurar pelos melhores restaurantes, poderá ver que eles normalmente disponibilizam serviço de entrega em plataformas, reserva online, atendimento por WhatsApp e cardápio digital.

O importante é não perder a venda! As dark kitchens, por exemplo, ocupam todos os tipos de canais digitais, pois não recebem clientes em seu espaço físico. Divulgam por Whatsapp seu cardápio digital e dependem integralmente do serviço de entrega de comida.

Alimentação diversificada

Além de diversificar os canais de venda, faça o mesmo com o seu cardápio. Pessoas alérgicas a frutos do mar ou amendoim, por exemplo, ou com intolerância à lactose ou outras restrições alimentares, como diabéticos, também precisam ter a opção de pedir comida no delivery.

As pessoas veganas e vegetarianas também representam um outro perfil de consumidor com dieta restritiva, mas por opção. Os vegetarianos não consomem nenhum tipo de carne — nem mesmo peixe. Já os veganos não consomem produtos de origem animal em geral, o que inclui leite, ovos e queijo, por exemplo. Nesses casos, os pratos podem levar ingredientes que possibilitam receitas criativas, como sementes, grãos, brotos frescos e cogumelos.

Quais erros devem ser evitados?

Alguns erros devem ser evitados ao máximo, principalmente para o serviço de alimentação que conta com delivery. Por exemplo: todo mundo que já esperou a entrega da comida por mais tempo do que o previsto sabe como essa é uma situação chata. Veja outros exemplos de erros que não devem ser cometidos.

Não ter um bom serviço de entrega

Manter um bom relacionamento com pessoas entregadoras e clientes é o primeiro passo para garantir um serviço de entrega eficiente. O pedido não precisa simplesmente chegar rápido: além disso, precisa chegar em bom estado. E, em dias de muita demanda, o cliente pode até ser compreensivo diante de um pequeno atraso se souber que a entrega é de qualidade e que esse não é o padrão do restaurante.

Não ter parceiros para delivery

Segundo a matéria publicada no Jornal da USP (Universidade de São Paulo), o hábito de consumo dos brasileiros tem se modificado bastante, passando a incluir o serviço de entrega de comida como parte importante da sua rotina alimentar. Então, não ter parceiros para delivery é insistir em um erro fácil de corrigir.

Não buscar se atualizar sobre o mercado

Ao aplicar uma gestão moderna, orientada por dados e com processos automatizados para ganhar tempo e eficiência, é necessário buscar atualização! É importante investir em tecnologias que possibilitem colher informações dos clientes, como preferência de pedido, Whatsapp e e-mail.

As ferramentas de automatização de pedidos, pagamento e delivery são fundamentais para coletar esses dados e também para agilizar os procedimentos no restaurante.

Como obter bons resultados?

A resposta é simples: para obter bons resultados, você precisa cumprir as boas práticas do food service. Repense a rotina do restaurante, estabeleça momentos de folga, descentralize o trabalho e delegue funções.

Por isso, é importante ter colaboradores de confiança, para que o negócio não dependa inteiramente da sua presença para funcionar bem. Além disso, a tecnologia será uma forte aliada.

Tenha um bom relacionamento com o cliente

Essa relação tem tudo para ser harmoniosa. O cliente quer algo que você produz e vende e está disposto a pagar um preço justo pelo pedido.

Construir uma relação de confiança começa por entregar o que foi prometido e priorizar a experiência do cliente. Atrasos frequentes ou nos primeiros pedidos é ruim para a reputação do restaurante e interferem no relacionamento.

Mesmo no delivery, pequenas atitudes ajudam a proporcionar uma experiência gastronômica mais completa. O cardápio deve ser completo, objetivo e com boa descrição dos produtos; as dúvidas devem ser respondidas e o atendimento, sempre cordial e informativo.

Observe as avaliações e os comentários nas redes sociais para identificar possíveis dores dos seus clientes. Use as redes também para anunciar promoções, mudanças no cardápio e outras informações importantes.

Ofereça um produto e um serviço de boa qualidade

Procure trabalhar com ingredientes de qualidade e que sejam de produtores que garantem uma boa procedência.

E o serviço precisa ser impecável, inclusive por delivery. Esse diferencial competitivo gera encanto nos clientes. Afinal, preço baixo não é sinônimo de qualidade, mas um bom atendimento, rapidez na entrega e cordialidade são marcas dos bons restaurantes.

Capriche na hora de embalar o produto de forma a manter a temperatura e garantir a integridade do prato. Também é importante dar atenção ao tipo de material com que as suas embalagens são feitas e qual o impacto delas no meio ambiente.

A boa qualidade nos serviços e produtos é muito importante para dar ao cliente mais do que a praticidade de receber comida em casa. A ideia é prover uma experiência positiva no aspecto gastronômicos e também nos aspectos de compra e atendimento.

Invista em meios de comunicação

Tanto para vender quanto para falar com clientes, pessoas entregadoras e colaboradores, por exemplo, é imprescindível que a comunicação seja fluida.

Os meios de comunicação oferecem a praticidade de se conectar com o público. Por meio das redes sociais, é possível ter um retorno instantâneo de suas ações, diálogo direto com o público e segmentar suas ações de marketing.

A comunicação também é responsável por garantir um ambiente de trabalho saudável e alinhado. Ou seja, tanto o público interno quanto o externo precisam de processos de comunicação eficientes. Na prática, investir nos meios de comunicação influencia em como a empresa quer se relacionar e interagir com clientes e colaboradores.

Ofereça qualidade nas entregas

O serviço de entrega é um ponto tão importante quanto ter bons ingredientes, preparar e apresentar um prato. Consequentemente, estabelecer um bom relacionamento com as pessoas entregadoras deve ser prioridade para quem está à frente do restaurante.

Esses trabalhadores são o elo entre o negócio e os clientes. O serviço de delivery ideal é aquele que entrega o pedido no tempo previsto pelo aplicativo, sem pressa e sem atraso. Mas apenas isso não basta. É importante ter uma equipe bem orientada e cuidadosa, para garantir a cordialidade com o cliente e a integridade do prato.

Qualidade nas entregas também requer uma boa gestão de frete. Com os pedidos agrupados por rotas, evita-se os trajetos mais longos e fica mais fácil concentrar esforços nos mais próximos e baratos.

Outra dica muito importante é trabalhar com um boa plataforma. Dessa forma, o gestor ganha tempo, economiza, tem mais visibilidade e maior alcance de possíveis clientes. Sem contar que esse tipo de parceria é fundamental para a organização do restaurante.

Também é necessário lembra da qualidade das embalagens: o alimento precisa chegar na temperatura adequada, por isso, invista em embalagens térmicas, resistentes e sustentáveis.

Faça uma boa gestão financeira

Mesmo que o seu talento seja cuidar da cozinha, a saúde financeira do restaurante precisa andar bem para que você tenha tranquilidade. Esquecer-se de pagar um boleto ou atrasar algumas contas pode tirar o seu sono.

Principalmente para quem está começando um negócio, a carga de cuidar de toda a gestão e ainda preparar os pedidos é imensa. O ideal é automatizar também a contabilidade da empresa com um bom gestor financeiro digital.

Esse tipo de ferramenta facilita muito a vida dos donos de restaurante. Além de ser uma forma prática de registros de operações, como controle de pedidos e pagamentos online, o gestor financeiro também serve para automatizar o pagamento de contas do estabelecimento e para gerar relatórios sobre a saúde financeira do restaurante.

Outro ponto importante: uma boa gestão financeira envolve o pagamento dos fornecedores, controle de estoque e emissão de Notas Fiscais. Por mais que isso não seja difícil, é bem trabalhoso, concorda?

Utilizando o gerenciador financeiro, você consegue automatizar essas operações e criar alertas para não perder nenhum compromisso. Fica bem mais fácil cumprir suas obrigações e emitir as Notas Fiscais, pois as informações ficam concentradas em um só lugar.

Tenha bons fornecedores

Procure fornecedores da sua região para ter um baixo custo de frete e a possibilidade de negociar pessoalmente. Principalmente se você utiliza legumes, folhas e hortaliças nos pedidos, a melhor alternativa é contar com alguém que possa realizar a entrega dos ingredientes sempre frescos, não é mesmo?

Visitar o fornecedor é importante também para conhecer as condições de produção ou acondicionamento dos itens. Outra dica de ouro para conseguir acesso aos melhores fornecedores do ramo é pedir indicações para quem você confia.

E para fechar: pesquise bastante os valores e prazos! Pela opinião das pessoas nas redes sociais, você descobre se o fornecedor tem credibilidade e consegue cumprir as entregas.

Treine os colaboradores

Isso serve para colaboradores novatos e experientes. O treinamento não é só para ensinar coisas novas, mas também para rever detalhes e atualizar as equipes sobre questões relevantes da profissão.

Imagina uma pessoa entregadora que está na profissão há décadas. Atualmente, se esse trabalhador não souber como usar um GPS, vai precisar se atualizar o mais rápido possível para conseguir utilizar esse recurso tão importante para a logística.

Garçons, cozinheiros, gerente e atendentes também precisam de treinamento adequado. Acontece que treinar bem as pessoas vai além de apenas didática e atualizações sobre o mercado.

Trata-se de motivar e engajar os colaboradores na dinâmica da empresa. Para isso, é necessário despertar o prazer no bom desempenho e na execução do trabalho, para consequentemente obter um feedback positivo dessas pessoas, além de mais qualidade no serviço prestado.

Invista em tecnologia

Falar em inovação e melhoria é também falar de tecnologia. Investir na modernização do restaurante não é só comprar equipamentos de cozinha, mas também ferramentas digitais acessíveis e práticas de se usar.

Gerenciador financeiro

As principais funções de um gerenciador financeiro digital para food service são: acessibilidade, redução da inadimplência, gestão de estoque, praticidade para verificar relatórios, planejar custos e investimentos e tomar decisões assertivas para o seu negócio.

Cardápio digital

Basicamente, o cardápio digital é a vitrine dos produtos do restaurante na internet. A lista de produtos à venda fica disponível em uma página, e o cliente consegue realizar normalmente o pedido pelo celular.

Além da autonomia de não depender de clientes no espaço físico do restaurante e maior controle sobre os pedidos, o cardápio digital gera dados sobre o desempenho de vendas. Como quais foram os itens mais e menos clicados, mais e menos vendidos e também informações sobre o desempenho do cardápio.

Sistema de gestão de pedidos

O sistema de gestão de pedidos compreende todas as etapas de uma venda, do pedido realizado à entrega em casa. Facilita muito a vida do gestor porque automatiza o processo gerando um resumo das etapas a serem seguidas.

Também é possível ver o histórico de pedidos, e as pessoas entregadoras são chamadas na hora certa para não esperarem demais ou se atrasarem. Além disso, dá para acrescentar e remover produtos, imprimir pedidos e resolver problemas, dentre outras funcionalidades importantes.

Isso reduz erros no pagamento, trocas de pedidos ou entregas indevidas e ajuda na gestão financeira e operacional.

Estratégia de comunicação e marketing digital

É por meio da estratégia de comunicação e marketing digital que uma empresa consegue construir uma reputação online e ter credibilidade. Trata-se de uma forma de atrair clientes com conteúdos que sejam interessantes para seu público.

Para criar conteúdo relevante, que resolve os problemas e atenda os clientes, será necessário conhecer o perfil dos consumidores para falar diretamente com esse público.

Não é necessário comprometer o caixa do restaurante com uma estratégia de comunicação e marketing digital robusta. Na verdade, é possível implementar esse tipo de ação de marketing sem gastar dinheiro, investindo apenas tempo e criatividade.

Não se trata apenas de divulgar seu produto ou serviço, mas constantemente buscar atender as expectativas de quem procura por aquilo que você oferta.

Conte com bons parceiros de delivery

Por fim, conte com bons parceiros de delivery para food service. Os aplicativos de entrega são uma ótima solução para isso. Além de serem criteriosos na aceitação das pessoas entregadoras, representam muito mais visibilidade para restaurantes, possibilitando o aumento nas vendas.

Como você já percebeu, trabalhar com food service é um desafio e tanto. No entanto, seguindo as orientações e optando por boas soluções, as chances de sucesso do seu empreendimento serão muito maiores!

Se gostou do conteúdo e quer continuar aprendendo sobre o universo da alimentação, aproveite a visita para conferir este e-book completo sobre Dark Kitchen.

Top Articles
Latest Posts
Article information

Author: Corie Satterfield

Last Updated: 12/02/2022

Views: 6282

Rating: 4.1 / 5 (42 voted)

Reviews: 81% of readers found this page helpful

Author information

Name: Corie Satterfield

Birthday: 1992-08-19

Address: 850 Benjamin Bridge, Dickinsonchester, CO 68572-0542

Phone: +26813599986666

Job: Sales Manager

Hobby: Table tennis, Soapmaking, Flower arranging, amateur radio, Rock climbing, scrapbook, Horseback riding

Introduction: My name is Corie Satterfield, I am a fancy, perfect, spotless, quaint, fantastic, funny, lucky person who loves writing and wants to share my knowledge and understanding with you.